WeCreativez WhatsApp Support
Nossa Equipe está aqui para responder às suas perguntas.
Oi, como podemos ajudar?

CLIMA DE NEGÓCIOS IBRE/FGV

Indústrias brasileiras se instalam no Paraguai
22 de junho de 2011
Importação de veículos novos no Paraguai cresce 62% no I trimestre de 2011.
27 de junho de 2011
Exibir tudo

CLIMA DE NEGÓCIOS IBRE/FGV

Paraguai tem o 2º melhor índice na América Latina – Crescimento pode chegar a 8% em 2011.

Crescimento de 8% em 2011

Crescimento de 8% em 2011


Com um índice de 7,00 na segunda medição do ano, o Paraguai consegue o segundo melhor clima de negócios entre 19 países pesquisados da região, atrás, somente, do Chile, com 7,4.  A informação é da segunda medição do clima econômico, ICE, do IBRE da Fundação Getulio Vargas.
.

.

Este clima de otimismo reflete-se na pesquisa do ICE.

Este clima de otimismo reflete-se na pesquisa do ICE.

A expectativa de importantes consultorias, como o INEESPAR, é que o Paraguai cresça novamente entre 7% e 8% em 2011, mantendo o mesmo nível de evolução dos últimos oito anos, e que permitiu que a economia paraguaia chegasse a um PIB de USD 42 bilhões em 2010.

Desde 2003, a economia paraguaia vem crescendo à média anual de 7%, a maior do continente, mandendo0-se no mesmo ritmo do período 1973-1998.

A rápida diversificação produtiva, com a maturidade do agronegócio, do setor financeiro e da indústria manufatureira, é o principal fator que permite a manutenção do alto crescimento, mesmo em época de crises.

No Brasil, o índice caiu a 5,9 pontos, quando em janeiro havia alcançado 6,7.

A política de contração, através do aumento constante das taxas de juros, e as incertezas causadas pelo terremoto no Japão e a crise européia fizeram com que o índice médio do ICE para a América Latina caísse 10%, ao valor de 5,6.

Os comentários estão encerrados.

EnglishPortugueseSpanish